5 fatores que causam incômodo nas relações

Sofrimento na relação sexual desmotiva as tentativas de engravidar

Via Revista Pais & Filhos

Além interferir no prazer, sentir dor na relação sexual é péssimo para as mulheres que estão tentando engravidar. Esses incômodos – que podem ser de diversas intensidades e se manifestar até na região anal – são causados, principalmente, pelos cinco fatores abaixo. Alguns causam sofrimentos momentâneos e outros são mais graves e merecem uma atenção maior, como a endometriose. Caso você se identifique com algum dos sintomas abaixo, procure imediatamente seu médico ginecologista.

1 – Endometriose

A doença, além de provocar dor na hora do sexo, pode causar infertilidade. “Isso porque a inflamação que atinge o sistema reprodutor feminino não permite que a trompa funcione de maneira adequada para captar o óvulo e também dificulta o processo de implantação do óvulo dentro do endométrio (membrana que reveste a parede do útero)”, explica Isaac Yadid, pai de Stephanie, Vicky e Daniel e ginecologista especialista em reprodução humana.

2 – Candidíase

Bastante comum, a infecção é causada pelo crescimento excessivo de um tipo do fungo chamado Candida. Ele é encontrado na vagina em pouca quantidade, mas pode aumentar com o uso de alguns medicamentos e problemas de saúde. “Cadidíase pode provocar corrimento branco, coceira e dor na hora da penetração”, aponta Lilian Fiorelli, mãe de Melissa e ginecologista especialista em sexualidade humana, da Alira Medicina Clínica e Cirúrgica.

3 – Infecção urinária

Algum tipo de infecção ou inflamação na bexiga, geralmente causada por bactérias, também podem influenciar no ato sexual. As reclamações mais comuns das mulheres, de acordo com a ginecologista são ardência e um incomodo diferente, parecido com vontade de fazer xixi durante o sexo. “Como a bexiga fica muito próxima à vagina, quando há infecção, o contato contínuo na relação pode piorar o incômodo na relação”, explica Lilian.

4 – Vaginismo

Outro fator que também pode dificultar e até mesmo bloquear as tentativas de engravidar é o vaginismo, que contrai involuntariamente os músculos da região pélvica e do canal vaginal, impossibilitando a penetração. “O distúrbio, que normalmente é resultado de uma educação muito rígida, pode ser tratado com ajuda multiprofissional (ginecologista, fisioterapeuta, sexólogo e psicólogo)”, adverte a ginecologista.

5 – Falta de lubrificação

Parece básico, mas ainda é importante ressaltar que se a região genital não estiver lubrificada o suficiente, o ato sexual não será prazeroso, diminuindo a motivação das mulheres a continuarem tentando engravidar.  “A falta de lubrificação também pode ocasionar microfissuras na mucosa da vagina, causando ainda mais dor. É um ciclo vicioso”, alerta Lilian.

Esse inconveniente pode ser ocasionado por pequenos desequilíbrios na flora vaginal, fatores psicológicos hormonais, como menopausa ou até por problemas ginecológicos mais sérios, como doenças sexualmente transmissíveis.

Compartilhar Artigo:

Deixe um comentário